Marina Silva e o filósofo

14maio08

Bastou Marina Silva sair do Ministério do Meio Ambiente para a Câmara aprovar aprovar a medida provisória 422/2008 que aumenta o limite da área que pode ser concedida pela União para uso rural, sem processo de licitação, na Amazônia Legal. A gota d’água, diz a imprensa, envolve o filósofo Mangabeira Unger. O colega recebeu do Presidente a responsabilidade para tocar o Plano Amazônia Sustentável. Marina achou que era filosofia demais para ela e se mandou. O ambiente vai ficar ainda mais pobre.

Anúncios


One Response to “Marina Silva e o filósofo”

  1. Ronái
    Quem foi mesmo o filósofo que disse que uma cidade não poderia acolher filósofos em suas trincheiras? Este mangabeira deve entender tanto de desenvolvimento sustentável quanto eu de cirurgia cerebral, mas não há de ser nada, há um lado bom nisto tudo, pois agora o senado se furtará de ter as gloriosas contribuições do senador sem voto sibá machado.
    Abraço
    Guina


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: