Ciclovias

31mar09

Tendo em vista a ficção que escrevi abaixo sobre o meu velório devo esclarecer que não esperaria no meu velório mais do que alguns bons amigos, nenhum deles reluzente no firmamento político. O Schirmer, que foi meu colega por três anos no Maneco, e com quem tenho boas relações até hoje, quem sabe? Com os demais que citei nunca comi um prato de arroz; eles compuseram apenas uma lista real de pessoas que, um dia, tiveram ao seu alcance a chance de fazer algo pelos ciclistas de Santa Maria. Justiça seja feita ao Valdeci, inaugurou uma ciclovia em Camobi e,no projeto da nova avenida ao lado do Cadena, deixou prevista outra. A minha ficção destinava-se apenas a fazer esse rol de nomes que cada ciclista atropelado na faixa velha de Camobi poderia lembrar, de forma simbólica. É possível que todos eles tenham desejado construir uma ciclovia e não tenham conseguido. Qual deles não a teria feito, se pudesse?

E, no entanto, década após década, ali está a faixa velha de Camobi e seus ciclistas, correndo diariamente risco de vida. Eu mesmo sou culpado por isso, por não ter feito essa reivindicação aos prefeitos e vereadores e deputados e governadores que ajudei a eleger.

Anúncios


3 Responses to “Ciclovias”

  1. 1 Ivan Zolin

    Professor Ronai!

    Na última quarta-feira, como “meus horários” favoreciam, resolvi arriscar e decidi pedalar até a UFSM. Fiz a aventura de vir ao campus (CTISM) de bicicleta. Vim pela “faixa velha” e a tarde retornei pela nova.
    O que você relata é um fato, é alto o risco de um ciclista andar nesse trânsito, independente de ter ou não sinalização, isso revela a sua classe social.
    Não tenho feito mais vez isso; primeiro pelo preparo físico e segundo pelo receio de que no “meu velório” não tenha ninguém disposto a carregar o “peso”.
    Na verdade no “meu velório” nem eu desejo estar.

    Zolin

  2. 2 Ivan Zolin

    Professor Ronai!

    Hoje, quarta-feira 8 de abril, pedalei novamente até o CTISM. Na ida fui pela “faixa velha”, são uns 40 a 50 min de muito esforço e perigo, na volta “faixa nova”, o mesmo tempo e a mesma preocupação.
    Marquei o tempo para conferir com o outro dia, havia parado no caminho (SPALL na ida e CORFAP na volta) tinha comigo que era em torno de uma hora. Fui conferir, como o senhor em 30min (tá bem de preparo), fui refazer o tempo e realmente minha marca é perto dos 45min. Os pneus são aro 26 e isso aumenta o atrito, se fica um pouco murcho é maior ainda.

    Zolin
    o tempo era perto de uma hora
    sãomais uns 40 a 50min do CTISM ao centro (André Marques)

  3. 3 ronairocha

    Zolin, parabéns pela pedalada. Esse meu tempo de trinta minutos é apenas até a rótula da UFSM, desde a Tuiuti onde moro. Talvez tenha sido meio otimista, vou refazer o trajeto… . O aro acho que é o mesmo, numa bicicleta de 21 marchas. Vamos em frente!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: