Esquartejando um boi

07abr09

esquatejando-1-of-11O cozinheiro do príncipe Wen Hui estava esquartejando um boi. Estendeu a mão, baixou o ombro, apoiou o pé, pressionou com um joelho. O boi estava desfeito.

Com um sussurro, a faca brilhante do cozinheiro murmurava como um vento suave. Ritmo! Cronometragem! Como uma dança sagrada, como as antigas harmonias!

“Bom trabalho!” exclamou o príncipe. “Teu método é impecável!”

“Método?”, perguntou o cozinheiro, colocando de lado sua faca. “O que eu faço é seguir o tao para além de todo método! Quando comecei a esquartejar bois, eu via diante de mim o boi inteiro, uma massa única. Depois de três anos já não via aquela massa. Eu via suas partes distintas. Mas agora já não vejo nada com os olhos. Todo meu ser apreende. Meus sentidos estão ociosos. O espírito, livre para trabalhar sem um plano concreto, segue seu próprio instinto guiado por uma linha natural. Pela abertura secreta, o espaço oculto, minha faca encontra seu próprio caminho. Não atravesso nenhuma articulação, não corto osso nenhum. Um bom cozinheiro precisa de uma faca nova uma vez por ano. Ele corta. Um mau cozinheiro precisa de uma faca nova todos os meses. Ele mutila! Faz dezenove anos que utilizo essa mesma faca. Já desmanchei mil bois.Sua folha segue cortando como se estivesse recém afiada. Há espaço entre as articulações; a folha é delgada e cortante: quando essa delgadez encontra aquele espaço, ali se encontra todo o espaço que se poderia querer! Passa como uma brisa! Porisso mantenho esta folha faz já dezenove anos como se estivesse recém afiada!  É certo que às vezes há articulações duras. Eu as sinto chegando, então eu me detenho, observo com atenção, me contenho, quase não movo a faca, e vump!, a parte se desprende, como um torrão de terra. Então retiro a folha, permaneço quieto, e deixo que a alegria do trabalho penetre em mim. Limpo e guardo a faca.”

O príncipe Wen Hui disse:

“Isso sim! Meu cozinheiro mostrou como eu deveria viver minha própria vida”.

(Chuang Tzu. A tradução, do inglês, é minha.)


Anúncios


No Responses Yet to “Esquartejando um boi”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: