Pior que falta de vergonha é falta de memória

24jun09

Em 1981 foi feita a primeira eleição para reitor na UFSM, promovida pelas entidades representativas dos estudantes, professores e servidores. A entidade representativa dos professores era a APUSM. O Conselho Universitário deu um tucufum para a eleição e nomeou quem bem entendeu.
Em 1984 as entidades fizeram nova eleição para reitor e novamente pressionaram os conselheiros. Daquela feita a pressão foi maior e mais bem organizada e assim, depois de meses de puxa e afrouxa, foi nomeado reitor da UFSM o Prof. Gilberto Aquino Benetti.
Naquele tempo não existia Sedufsm. A entidade representativa dos professores era a Apusm.
Esse é o começo da história.
Naqueles tempos não havia essa relação de compadrio entre o Conselho Universitário e as entidades. Era no berro mesmo. Assim, vamos nos ater aos fatos. As conquistas daquele tempo não eram feitas no ar refrigerado dos gabinetes, como foi essa tal “conquista” do voto paritário. Pior que falta de vergonha é falta de memória. Desde quando meia dúzia de almas, tomando cafezinho, fazem conquistas?
Pior que falta de vergonha é falta de memória.
Acho que foi o Capistrano de Abreu quem disse isso.
Fique registrado isso, para que o leitor entenda a minha crítica à nota das entidades sobre as eleições, que postei abaixo. A nota da Comissão contém inverdades, para começar.
A UFSM tem um Curso de História, não?

Anúncios


3 Responses to “Pior que falta de vergonha é falta de memória”

  1. 1 ressentimento

    A UFSM tem um curso de História. E esse curso de História tem um monte de gente que endossa – por razões que me escapam e já não sei se me interessam – a idéia de que o voto paritário é, sim, uma conquista. Mas se essas razões me escapam, se não as quero compreender, é porque no fundo vejo nelas uma forma muito triste de “racionalização”, uma forma de arredondar as contas todas para cima.

    Mas professor… Diga, por favor, que eu entendi errado, mas não quero crer que estes ainda são tempos de crer numa “revolução aos berros”. Não há um momento em que o Princípio de Prazer (porque gritar é bom pra caramba!) deve dar lugar ao Princípio de Realidade? Depois do calor da passeata, nada melhor para a garganta que um bom cafezinho.

    PS: Ainda acho que tem uma parte do seu discurso que eu devo estar “querendo entender” de forma muito errada. Pois se não, acho que posso estar flertando com o Dark Side of the Force, não?

  2. 2 ronairocha

    Caro Vitor, não estamos nesse flerte, não. Ali apenas lembro, de forma eliptica, que naquele tempo a gente não pedia licença pra fazer a consulta e nem a chamava de “pesquisa de tendência de interesse” ou coisa que o valha. A gente apenas fazia a consulta, de forma paritária (em 1981…) e pressionava os conselhos do lado de fora. Hoje virou essa encenação, da qual estamos tentando sair com a pouca inteligência que nos resta.

    • 3 ressentimento

      Entendi o ponto. E me surpreendi ao saber que nos tempos de outrora uma ousadia dessas, que nem parece mais habitar os infinitos campos elíseos do possível, passeava pelas ruas do efetivo como sendo o próprio modus operandi do estudante em movimento.

      Ou seja, fiquei com vergonha do meu “progressismo preguiçoso” que, por preguiça, troca ações por gestos sem perceber.

      Depois dessa, o sr. fez com que eu me sentisse como o fantasma que só descobre que está morto no final do filme.

      PS: Por que diabos a idéia de “fazer a consulta primeiro” e “pressionar depois” simplesmente não visita as cabeças revolucionárias “em movimento”? Eu tenho um palpite melhor que a preguiça, mas prefiro apresentá-la pessoalmente uma hora dessas.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: