Archive for agosto, 2009

Promemória

31ago09

Pior que falta de vergonha é falta de memória, dizia o velho Capistrano de Abreu. No Brasil morreu muito mais gente do que nos EUA em conflitos civis (Cabanadas, Baianadas, Farroupilhadas, etc), mas os EUA é que leva a fama de país violento. A história do Detran começou em 2004 com o governo Rigotto, que […]


Receita Federal

30ago09

Não, não se trata desse furdunço com a dona Dilma. No caso da Boca do Monte trata-se de outra polêmica. Na época de ouro dos trabalhos dos pensadores muitos professores e servidores da Ufesm receberam bolsas como contrapartida para a prestação de serviços diversos. Haviam muitas consultorias, todas elas visando desenvolver melhor a metade sul, […]


Claudemir Pereira cutucou vespeiro grande com esse tema do Projovem. Tem um lado municipal antigo nesse assunto que há muito espera quem o conte; e tem esse lado municipal novo que revela-se constrangedor, a julgar pelos prazos e providências céleres que ornaram a cuja seleção. O lado municipal antigo do Projovem conta-se assim: em 2007, […]


Com todas as licenças, permissões e legalizações concedidas pela Administração Municipal no ano passado, um curso de água foi canalizado e coberto, para dar lugar a um condomínio construído pela Lupe Construtora. Dom Augusto, onde se come o melhor galeto da cidade, durante anos a fio pediu as permissões legais para canalizar o arroio que […]


Entre as coisas boas (e poucas) de ter quase sessenta anos é ter crescido ouvindo essas músicas. ingênuas e alegres, que soam como se a vida fosse eterna. A maior parte do que se ouve hoje … Não sei bem porque, ultimamente tenho me lembrado muito dessa.


A Folha de hoje, 23 de agosto, ajuda a esclarecer uma dúvida sobre essa moça que, segundo alguns, vai atrapalhar o “projeto histórico” do Petê. Marina tem sido acusada por alguns de ser criacionista. O tema foi o primeiro assunto da entrevista: “FOLHA – Antes de mudar de partido, a sra. mudou de religião, de […]


O professor

20ago09

Quando o maior líder sindical de Zilbra tornou-se presidente do país, o professor P. foi tomado de uma contida alegria cívica. Ele imaginou, naquele momento, que um ciclo de acontecimentos bons para Zilbra iriam ter lugar. Muitas pessoas logo se decepcionaram com as decisões do novo presidente de Zilbra e abandonaram seus adesivos, nos carros […]