Guilherme “Coco” Fariñas, o próximo?

25fev10

Depois da morte de Orlando Zapata Tamayo – o segundo dissidente e preso político que morreu em Cuba nessas circunstâncias de greve de fome – pode estar começando um novo período de protestos por direitos civis em Cuba. Por meio do Tuíti a gente fica sabendo que um conhecido jornalista e ativista dos direitos humanos em Cuba – Guillermo “Coco” Fariñas- iniciou uma greve de fome. Fariñas já tem prática no assunto. Tempos atrás ele fez uma greve de fome, dentro de um movimento de cidadãos cubanos que lutam por melhores condições de acesso à Internet. Lá, infelizmente, não é como aqui, que já tem até cidade com banda larga gratuita. Em Cuba a internet é quase tão rara como diretas para presidente. Isto ocorre principalmente pelos preços, que custam dois olhos da cara, em dólares. No enterro de Zapata o protesto da população, dentro das possibilidades civis e políticas, é uma roda de orações.

Anúncios


No Responses Yet to “Guilherme “Coco” Fariñas, o próximo?”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: