Estradas, metafísica, economia política

16set10

Transcrevi no post abaixo um poema de Fernando Pessoa que chama a atenção por falar de uma marca de automóveis, a Chevrolet. Alguns anos atrás essa fábrica veiculou uma propaganda de página inteira, nos principais jornais do país, que reproduziu na íntegra o poema. A intenção era, provavelmente, a de sugerir que o poeta havia se rendido, tanto tempo atrás, à excelência dos veículos daquela marca. A gente pode duvidar disso. Afinal, o poeta fez questão de indicar uma marca registrada e uma experiência de empréstimo. O carro não era seu, era algo que ela havia tomado emprestado, como nos emprestam tantas coisas na vida que usamos como se fossem nossas, como nossa própria vida.
Guiar um automóvel pode ser uma experiência de estranhamento da própria vida, pode ser uma experiência de ver-nos nos olhos de uma criança que nos espreita do andar de cima de uma casa na beira da estrada, em cuja porta vai ficar nosso coração insatisfeito. O automóvel que nos emprestam e que guiamos como um cavalo de príncipe, maleável, por vezes nos surge como uma caixa onde ficamos fechamos e onde nos fechamos, uma caixa que somente podemos dominar se nela nos encerramos.
E os sonhos que deixamos na beira da estrada, quem os deixa? Quem somos nós, os guiadores, em dúvida sobre a autoria daquilo que nossa – de quem? – passagem provoca nos casebres de beira de estrada? E quem nos empresta um automóvel? A experiência de dirigir na estrada de Sintra – ou nas estradas da Quarta Colônia – nos leva a um ponto de exaustão, onde se juntam os símbolos de nosso extravio, símbolos que incluem uma logomarca, sinal inequívoco de uma experiência que liga as pontas da metafísica com a economia política.

Anúncios


No Responses Yet to “Estradas, metafísica, economia política”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: