O ardil 22

10ago11

Um dos grandes filmes dos anos setenta foi Ardil 22. Não li o romance do Joseph Heller, mas vi o filme. Foi, de longe, o filme que mais me impressionou até hoje. Mas não recomendo. Tem cenas de guerra absolutamente chocantes. Mas recomendo. Tem um humor do cão. Um dos temas do filme é extremamente sofisticado e cai no campo de trabalho daqueles que se ocupam com lógica, formal e informal. Heller, no romance que deu origem ao filme, apresenta o caso, vivido pelo piloto John Yossariam, que está horrorizado com a guerra e quer dar baixa. Para que isso aconteça ele precisa passar por uma junta médica que o declare inapto a voar. Ocorre que o diretor deixa claro que somente pessoas mentalmente perturbadas podem cumprir aquelas missões de guerra – e só vendo o filme para entender isso, eu acho -. Assim, o diagnóstico de insanidade seria, digamos, a priori, pois somente malucos pilotam aqueles esquadrões de bombardeiros, tendo em vista os perigos e loucuras ali presentes. Bueno, mas quando um sujeito faz o pedido de avaliação pela junta médica, ele está mostrando sanidade. Com isso ele comete, no vocabulário caro a alguns filósofos dos anos noventa, uma auto-contradição: pessoas insanas não podem fazer pedidos razoáveis. Seu pedido é indeferido.
A moral do Ardil 22 é essa: por vezes vivemos situações na vida que aparentemente nos permitem tomar decisões, mas na verdade não há nenhuma escolha possível. Simples assim.
Baita filme. Que vontade me deu de ver de novo.
Nem sei bem porque.
Veja uma das melhores cenas para entender meu ponto. Yossarian, em pleno vôo de ataque, descobre que seu paraquedas foi “comercializado”:

Anúncios


No Responses Yet to “O ardil 22”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: