Nem tudo que tem asa e avoa veio do mesmo lugar

02abr12

O da esquerda é o Enildo, mais conhecido como Nidinho. O da direita é o Felício, ambos Franco, irmãos. Enildo mora no Rincão do Inferno, Felício mora na Fazenda do Salso; esses lugares ficam nas Palmas, que fica no triângulo entre Bagé, Caçapava e Lavras. Nenhum deles teve estudo. Foi a lida da vida que os impediu de confundir analogia com homologia. Eles falam da mão machucada do cachorro que foi mordido pela cobra cruzeira e demonstram compreender a semelhança entre ela e as mãos dos cavalos, das vacas e das mocinhas da região; tudo é mão; mas parecem saber, em algum sentido do verbo “saber” que entre a asa da abelha que pousa na flor do cactus e a asa do urubu que ronda a Pedra Pontuda existe apenas uma coincidência de função; eles falam da mão do urubu, mas da abelha, não; nem tudo que tem asa e avoa veio de lugar parecido. Analogia é uma coisa, homologia é outra, diria o Enildo, se tivesse tido outra sorte de escola e a sorte da escola. A cachorra, felizmente, escapou da mordida da cruzeira.

Anúncios


One Response to “Nem tudo que tem asa e avoa veio do mesmo lugar”

  1. Excelente artigo,fala de um Brasil que nâo conheço e amaria conhecer Obg por me.mostrar oqto e grd e belo o povo.brasileiro.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: