As breves do Zilbra Novo

22maio12

Amanhã, dia 23 de maio, teremos uma reedição dos sentimentos de outono na Ufesm do Zilbra Novo. Um bravo grupo de “insatisfeitos” (a expressão é do tarja preta de ontem) contra a “enrolação do governo” vai declarar-se em breve, por tempo indeterminado. Os professores do Zilbra Novo, será dito, “também são trabalhadores”. Ninguém vai se perguntar, por certo, qual o sentido dessa expressão, “também”. Afinal, como poderia alguém estranhar o sentido de “também”. E assim a Ufesm, a partir de amanhã, entra em breve. Como disse um outro brevista, já faz muito tempo que não há breves na Ufesm, desde 2005. Saudades de breve também pode ser um argumento, não?
Eu não quero que me tomem mal. Nesse ano faço 62 anos e se essa breve for longa, como aquela em que eu estava no Comando de Breve, em 1984, quando ficamos quase três meses em breve, me arrisco a não ver o fim.
Não tenho mais nem tempo nem paciência com as breves. Aos poucos elas se transformaram em exercício seguros de cidadania protestante em ambientes refrigerados, em nome da “classe trabalhadora”. A idéia é mandar a gurizada da graduação para casa, por uns dias, para obter-se o “efeito de breve”. Seguirão, impávidos, mestrados, doutorados, os eventos, grandes e pequenos, nacionais e internacionais; afinal, com a Capes e o CNPq não se brinca no Zilbra Novo. A Capes e o CNPq não incluem em seus léxicos o significado de “breve”. E vai por aí, a dupla personalidade das breves.
Na minha geração, as breves eram acompanhadas de ameaças dos generais de plantão da ditadura militar e do corte dos salários da gente. Pedíamos crédito nos supermercados, por exemplo.
Hoje, quando se fala em breve, as palavras de ordem são coisas como “aposentadoria” e “produtivismo acadêmico”.
Nessa hora eu descubro que existe mesmo uma coisa como conflito de gerações.
Fica por isso mesmo.
Até breve.
(A Caravan da foto é do meu amigo Alcíbio, ali no Rincão do Inferno, nas profundezas de Bagé)

Anúncios


No Responses Yet to “As breves do Zilbra Novo”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: