O acordo sobre procedimentos, e não sobre as definições

06jun12

A reunião de hoje do Cepe, pelo que pude entender até agora, foi um acontecimento para memória e testemunho. Praticamente os mesmos proponentes da suspensão do calendário chegaram ao entendimento que a proposta deveria ser retirada. Houve um memorável confronto entre protestantes e professantes e tudo terminou em uma boa tensão. Sem tensão, como como se sabe, a coisa fica sem graça. A Ufesm se livrou do vexame e o Reitor se livrou do intervenção do Minisbério do Zilbra.

Anúncios


One Response to “O acordo sobre procedimentos, e não sobre as definições”

  1. 1 Victor da Filosofia

    Alguém deve ter avisado a gurizada boa do DCE. É bonito e necessário demarcar território, mas isso inclui se ligar no que é só pilha dos pulhas. Que bom que tudo foi assim. Porque eu não queria deixar de gostar da gurizada de laranja, e ainda não vou precisar. 🙂


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: