“Talvez algum dia sintamos prazer em recordar estas coisas também”

25jul12

Estamos cada vez mais próximos a um daqueles momentos de tempestade que levaram Virgílio a escrever essas palavras, na Eneida (Livro I, 203). Daqui a alguns anos veremos que o desfecho dos movimentos em curso estará na raiz de mudanças importantes, entre outras coisas, do processo de escolha de reitores das universidades federais. O atual modelo, que facilita uma relação de indulgência entre gerentes e protestantes de uma universidade, vai falir nos próximos dias. De um lado, os protestantes não tem como expressar seus desapontamentos, a não ser agredindo a própria casa. De outro, os gerentes, impotentes em resolver coisas que dizem respeito ao lado de fora do campus, terão os limites de tolerância estreitados dia a dia. Hoje o CPD foi ocupado. Amanhã, quem sabe, a Coperves. Depois, os dois juntos. E assim seguiremos pelos próximos dias, para que o semestre letivo seja fechado pela porrada sindical.
De outro lado, oitenta por cento dos professores da Ufesm terminaram o semestre letivo normalmente.
Em um ambiente democrático, o segundo semestre começa normalmente no dia 6 de agosto, para essa imensa maioria de professores. Os brevistas terão, democraticamente, um calendário para recuperar as aulas quando decidirem encerrar seus protestos.
Isso tudo, num ambiente democrático, de respeito aos direitos de quem continuou trabalhando e de que decidiu parar.
Mas os próximos dias mostrarão que há quem aposte em outro tipo de solução, que começa por bloquear as portas da universidade; para quem fecha uma biblioteca, qual o problema em fechar o que mais quer que seja?
Assim começa a tempestade.
Depois dela, como se sabe, não vem a bonanza.
Talvez algum dia sintamos prazer em lembrar essas coisas, como disse sabiamente Virgílio, durante a tenebrosa tempestade. O tempo cura todos os males. Mas para a cura de alguns, como esses, precisaríamos viver mais do que está ao nosso alcance.

Anúncios


One Response to ““Talvez algum dia sintamos prazer em recordar estas coisas também””

  1. 1 Róbson

    Por recomendação de um colega que tem muitas lembranças deveríamos rever “O Ovo da Serpente”.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: