Sobre a lealdade institucional da Ufesm e a “indigitada decisão do Cepe”

24jun14

Captura de Tela 2014-06-24 às 21.33.39
A Ufesm tem poucas horas para decidir, nas palavras do juiz, sobre como administra sua “lealdade institucional”, como se vê no trecho acima, no despacho do juiz Loraci. Li o documento, disponibilizado pelo Claudemir.com e não consigo me convencer de outra coisa: se a Ufesm, nas palavras de seu vice-reitor, como disse, segundo o Diário de Santa Maria, ao se decidir pelo recurso da decisão, mantiver essa linha de raciocínio sobre questões de “legalidade” (o vice-reitor teria dito que a Ufesm não fez nada de ilegal!), estará cavando a própria e medíocre cova: como no caso dos protestos do ano passado, quando se disse que não se tratava de vinte centavos, convém dizer aqui para ouvidos moucos, não se trata de ilegalidade! É, como disse o juiz, uma questão de lealdade, apenas isso. Toda a cidade está se lixando para conversas sobre legalidade, na verdade. A gurizada que estava estudando apenas tem sentimentos de desconforto quanto a confiança e lealdade de uma instituição que mudou de discurso da noite para o dia. Apenas isso.
Falando em vestibular, acho que nos sobram as alternativas abaixo:
a) a Ufesm vai recorrer, mas amanhã mesmo a reitoria vai determinar que a Coperves comece a preparar o vestibular, porque ela não pode ignorar o fato que pode perder o recurso e não pode arcar com o vexame de não ter o exame pronto se a decisão da justiça for dada apenas em agosto…
b) a Ufesm vai recorrer, e ela não vai determinar a Coperves que prepare o vestibular, porque ela imagina que vai ganhar o recurso, etc,… e que todos se lixem devidamente em nome do povo, sob a desculpa de xingar os tais de empresários … e não haverá um vestibular para aplicar quando o recurso for perdido;
c) a Ufes vai recorrer, e vai ganhar o recurso e vai dar um tucufum para todo mundo;
c) a ufesm, como todos esperam, depois de ler cuidadosamente o despacho do juiz, vai deixar de pensar em termos de cabo de guerra e vai cumprir a sentença, paroquialmente, lealmente.
d) sei lá o que mais.
Ou como diria o bêbado que está na mesa ao lado aqui no bar, “corta esse papo brizolista de legalidade, com todo o respeito, é uma questão apenas de lealdade, menos, menos…

Anúncios


No Responses Yet to “Sobre a lealdade institucional da Ufesm e a “indigitada decisão do Cepe””

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: