Camila Jourdan

13jul14

148714_452797388883_7260422_nCamila Jourdan formou-se em Filosofia na Universidade Federal do Rio de Janeiro, em 2002. Fez seu mestrado na PUC do Rio, em 2005, e também na PUC concluiu em 2009 seu Doutorado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2009). Depois, foi bolsista CAPES-PRODOC na Universidade Federal do Paraná, entre 2009 e 2010. Nos dias de hoje é professora adjunta do Departamento de Filosofia da UERJ e Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Filosofia. Eu a conheci aqui em Santa Maria, nos encontros anuais dos Colóquios CONESUL sobre filosofia das ciências formais, onde apresentou, por mais de uma vez, o resultado de suas pesquisas.
Camila Jourdan está presa, hoje, no Rio de Janeiro, em Bangu. Foi submetida a exames de corpo de delito e permanecerá, junto a dezoito outras pessoas, na prisão por cinco dias. Todos são acusados de formação de quadrilha, pelo que se lê na imprensa. Nos termos do jornal El Pais, de hoje, são “19 ativistas anti-Copa do Mundo “suspeitos de participar em atos violentos”, informaram fontes oficiais. Os militantes (…) respondem por crimes de formação de quadrilha armada, com pena prevista de até três anos de reclusão.”
Há um clima no Rio de Camila, hoje. Segundo o mesmo jornal El País, “para cada três felizardos que assistirem no domingo a grande final do Maracanã, haverá um policial (ou soldado) vigiando.”Foram mobilizados milhares de policiais, soldados e agentes, com a missão de evitar incidentes durante a partida”, etc… E, por óbvio, hoje é a ultima chance de algum protesto relacionado ao Fifacountry que vivemos nesse mês.
Camila Jourdan participava de protestos contra a Copa. Basta olhar a página dela no Face para ver que sim. Ela faz parte de um contingente de brasileiros que não contém a indignação nos limites privados. Ela ia para as ruas e fazia lá o seu protesto. Como é garantido a todos nós.
Nesse momento, ela está metida num pacote de acusações demasiadamente pesadas e graves para que a gente fique esperando no que vai dar. Não vai passar desapercebido a ninguém que há uma rara combinação de contexto (a final da Copa) e a fragilidade das evidências que pretensamente sustentam a acusação de crime que leva a anos de prisão. Me contem outra. Eu sou um velho conservador, não preciso ser lembrado disso. Mas mais do que conservador, sou velho o suficiente para não cair no conto de que nossa democracia é frágil ao ponto de precisar dessas peneiras policiais grossas, que arrestam Camila e outros.
Faz poucos dias que um brasileiro precisou dar uma aula sobre a revolução francesa para provar que era um professor e não era um marginal, escapando assim de um linchamento popular. Nem todos os linchamentos são apenas populares. Alguns são mais sofisticados.
O que todos nós, amigos e colegas de Camila Jourdan esperamos é que nossa democracia, ainda pouca e frágil para tantas esperanças, seja madura o suficiente para não esmagar a nossa colega de colóquios e debate nas malhas de um equívoco estúpido. Camila muito nos honra e representa com sua coragem de ir para a rua e tem centenas de amigos que estão com ela nessa hora.
Não queremos confundir essa brutal mis-en-cene (trapalhada? tragédia?) com encruzilhadas da democracia.
Terminado o jogo final da copa, quem sabe, termina esse sobre-esforço de criminalização de gente como Camila. Voltaremos ao Brasil, mesmo que com perdas. Afinal, um país que condenar Camila Jourdan por crime de formação de quadrilha ficará menor diante do si-mesmo que pode ser.
(A foto de Camila é do Alexandre Noronha Machado, em um evento do Conesul).

Anúncios


10 Responses to “Camila Jourdan”

  1. 1 Maria Lucia Gross S. Cunha

    O que mais precisamos não é de um grande time de futebol, mas é mudar muita coisa no Brasil….

  2. Isso nao é um fenomeno da nossa “fragi” democracia. Democracia é uma farcca diante do que Nietzsche chamou de vonta de pontencia. Se ha alguma forca que pode ser exercida por alguem, se ha espaco, alguem o ocupara. Veja o documentario do caso Aaron Swartz nos EUA.

  3. 3 ELENICE PESSOA

    O que mais me espanta é q um cara q é acusado de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, escapa “dessa segurança”. Me pergunto: – “Proteção e segurança pra quem?”

    • 4 Aguedass Freitas

      “Proteção e segurança pra quem?” Só pra quem tem dinheiro, infelizmente!

      • 5 Jayce

        I don’t get it. We should encourage renewable energy sources to help save the environment. Coal and oil are bad for the environment, and we need to save the Earth. Why do conivreatsves fearmonger about other countries wanting renewable energy?

  4. 6 Zemane

    O local correto para protestar é nas urnas. Mas todo mundo “protesta” anulado o voto e fortalecendo o partido no poder

  5. Muda Brasil.

  6. Uma vergonha para Brasil.

  7. 9 thiago

    País vergonhoso!


  1. 1 https://ronairocha.wordpress.com/2014/07/13/camila-jourdan/ Liberdade para os pr… » AGREGA.LA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: