Archive for junho, 2015

Devemos a Guido de Almeida, professor de filosofia no Rio de Janeiro, uma belíssima tradução, hoje esgotada, do clássico de Ludwig Biswanger, Três Formas da Existência Malograda: Extravagância, Excentricidade, Amaneiramento. Tirei meu exemplar da estante hoje, para reler trechos e pensar um pouco sobre a Ufesm, nesses dias. Guido diz que traduziu Verstiegenheit apenas aproximadamente […]


Está circulando na Ufesm a proposta de metodologia para a estatuinte, elaborada pela comissão oficial. A ideia é eleger uma comissão que organizaria as discussões e conduziria as eleições dos estatuintes. A comissão preliminar teria trinta membros, dez docentes, dez técnicos-administrativos e dez discentes. Os trinta iriam organizar debates e depois conduziriam as eleições, que […]


Ainda é cedo para se pensar no saldo dessa coisa toda que estamos passando aqui na Ufesm. Recém o Reitor e as entidades ensaiam passar a limpo os fatos, mas ainda não chegaram a um acordo sobre como as coisas de fato se passaram: se houve ou não desistência do pedido de informações, como afirmam […]


Na boca do MEC

06jun15

A posição do MEC manifestada ontem reitera aquilo que tem sido dito neste blogue desde o primeiro minuto: foi feito, pela Reitoria, um uso abusivo da Lei de Acesso à Informação. E, com isso o Ministro retira da boca de nosso Reitor o principal argumento que ele usou ontem na entrevista concedida à Rádio Gaucha. […]


A cada hora

05jun15

A cada hora que passa, o episódio que estamos protagonizando, como UFSM, revela-se mais e mais trágico. Hoje pela manhã nosso Reitor deu uma declaração na Rádio Gaucha dizendo que fez o que fez, acatando e levando adiante o pedido das entidades – Sedufsm, Assufsm, DCE e Comitê de apoio à Causa Palestina – para […]


Dado o nível do massacre a que vem sendo submetido o Professor José Fernando Schlosser, e tendo em vista a curiosidade de muitos amigos, quero dizer que o conheço pessoalmente, que é meu colega de trabalho na UFSM. E conhecendo-o como conheço, digo que é impossível atribuir a ele má-fé que muitos estão lhe atribuindo […]


Deixo aqui um pedido para meus amigos que entendem de leis. Li a Lei de Acesso à Informação, 12.527, de 18 de Novembro de 2011. No artigo 2, Parágrafo único, está escrito: “A publicidade a que estão submetidas as entidades citadas no caput refere-se à parcela dos recursos públicos recebidos e à sua destinação, sem […]