Sobre uma cortina de fumaça

24nov16

Captura de Tela 2016-11-24 às 11.28.29.pngO Reitor da UFSM, ao comentar as ocupações e as tensões surgidas nos últimos dias em um vídeo feito pelo Sedufsm, mencionou algo que não deveria passar desapercebido. O comentário dele introduz no debate um tema que até o momento não foi objeto de discussão aberta. Em um certo momento de sua fala ele faz um elogio das mudanças ocorridas nos últimos anos na universidade na direção de “uma universidade inclusiva, que trouxe para dentro da universidade a diversidade, os pobres, os negros, os indígenas, como cidadãos e cidadãs com os mesmos direitos que toda a população brasileira. Talvez isso esteja incomodando alguns setores”. A fala dele é muito mais enfática do que parece na minha transcrição.
Eu não tocaria nesse tema não fosse o fato desse enfoque do Reitor já ter aparecido em outras manifestações públicas dele e, o que é mais relevante, ela surgir com força no meio de um manifesto em prol de distensão e paciência no campus. Pois o que chama a atenção é que, tanto quanto sei, as motivações abertas para ocupar ou desocupar o campus é o posicionamento quanto às medidas governamentais, em especial quanto à PEC 55. O que poderia ligar a questão da presença de “pobres, negros e indígenas” aos protestos contra a PEC? A questão é relevante pois ela surge com naturalidade na fala do Reitor, que insiste em mais de um momento no tema da “inclusão e respeito à diversidade”.
As disputas travadas no campus seriam então mais complexas e profundas do que sonham nossos protestos? Eu não tenho alternativa a não ser pensar que sim. Levando a sério as observações do Reitor (e por quê não as levaria?) há mais do que protesto contra a PEC nas ocupações. Haveria uma discussão sufocada, um tema de corredores, um “sobre isso não se fala” que explodiu. Seria, precisamente, sobre as formas de recepção dos “pobres, negros e indígenas”. Quais foram as medidas curriculares, pedagógicas e avaliativas que a universidade tomou sobre isso? Quais foram as formas de preparação de cada um de nós, professores, para lidar com as políticas de inclusão? Elas oscilaram apenas entre os dois extremos, o da recusa silenciosa e da aceitação improvisada? Eu escutei a fala do Reitor como uma explosão de desabafo perplexo; desabafo, porque nunca teria havido uma discussão e medidas razoáveis sobre o tema; perplexo, porque trata-se de mais um daqueles processos em que cada um de nós ocupa um papel, nem sempre dos mais brilhantes. Afinal, há ou não uma discussão de corredores, – e conflitos abertos em sala de aula – em muitos cursos da universidade sobre os “cotistas”?
Chama-me a atenção o fato de que os lemas das ocupações sejam, tanto quanto sei, de tipo nacional: contra a PEC, contra as reformas de ensino, contra Temer. Parece haver pouco espaço para esses temas mais espinhosos: quais as mudanças esperadas no cotidiano da universidade, quando temos no horizonte uma estatuinte? Quais as medidas de aperfeiçoamento da inclusão, se há conflitos que se escondem por detrás de uma “cortina de fumaça”, como afirma o Reitor? Haveria, nas ocupações, algo mais do que o alegado protesto contra a PEC? Isso parece ser evidente, mas é bem possível que o Senhor Reitor siga falando sozinho. E isso é uma lástima, pois, se ele tem razão (e me parece ter alguma), seguiríamos varrendo para baixo do tapete alguns males que podem muito bem ser melhor tratados.
Eu não concordo com a estratégia de trancar a única entrada de edifícios onde centenas de pessoas estudam e trabalham. Mas isso não me impede de ver que há algo mais nos céus do campus do que os helicópteros da Base Aérea. Mas sobre essas coisas escondidas por nuvens de fumaça parece que é muito difícil falar e assim, no final das contas, não me surpreendo muito.

(A ilustração é de Barbara Kruger, “Por que você está aqui?” fotografia e tipo sobre papel, 1991.)

Anúncios


One Response to “Sobre uma cortina de fumaça”

  1. 1 Robson

    Bem notado, Ronai. Vc tem idéia de quantos eleitores PNI haverão no ano que vem?


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: